terça-feira, 29 de abril de 2008

Assista ao jogo pela TV, mas o ouça no rádio!


Assim como milhares de brasileiros, eu sou um admirador de futebol desde minha fecundação. Gosto de jogar (gostar não significa saber) e também de ir aos jogos, entretanto, em várias ocasiões isso não é possível.


Dessa forma, por ser um amante do futebol, sou obrigado a assistir os jogos pela televisão e, de um bom tempo pra cá, isso tem me causado ânsias dominicais e quarta-feiricais (se é que isso existe).


Tudo porque tem um monte de cara chato, que só fala merda, que são chamados de narradores e comentaristas.


Têm uns que tentam botar emoção naquele joguinho de zero a zero com campo molhado, têm outros que não conseguem passar um minuto se quer sem errar o nome de um jogador. Tem cara que é chamado de craque e é comentarista, mas na época em que jogava futebol não passava de um brincalhão.


Em minha opinião, ex- árbitro que vira comentarista é igual dançarina que mostra o útero e depois quer apresentar programa infantil, ou seja, faz cagada pra caramba e depois vira santo na TV.


Como diria a Carolina-hum-hum-hum, o pior é ver os debates na “Mesa Verde” e no “Cartão Redondo”, os quais possuem uns caras que conseguem brigar com as imagens e polemizar assuntos fúteis por várias semanas.


Tudo bem que o futebol é a coisa mais importante dentre as 10 coisas menos importantes da vida, mas esse tipo de atitude é o mesmo que chamar o povo de imbecil.


Por esse e outros motivos, gostaria de lançar a campanha:


Assista ao jogo pela TV, mas o ouça no rádio!


A TV é um meio imprescindível em nossa vida, principalmente pela sua imagem, mas, atualmente, esquecemos que o rádio é muito mais eficiente no áudio que a televisão.


Toda TV lançada tem uma tecla no controle remoto, que faz parte de uma das maiores invenções humana e que é pouquíssima utilizada, denominada MUTE.


Com ela, você pode ver tudo o que quiser e evitar ouvir tudo que você não quer!


Portanto, quando assistir um jogo na TV, aperte a tecla MUTE e ligue o rádio, contudo, tome cuidado para não deixar numa estação que tenha algum lixo que também faça parte da TV.


Para encerrar, deixarei abaixo algumas pérolas do Pelé das imbecilidades, mais conhecido como Galvão Bueno: (não sei o autor do texto abaixo)


"O jogo só acaba quando termina" (Ele tirou esta conclusão depois de anos de experiência, é um gênio).

"Depois da derrota, o pior resultado é o empate”.(Antes só do que mal acompanhado)

"O Santos perdeu DAQUI A POUCO na Arena da Baixada!" (Isso é que é entender de futebol, ou de astrologia).

"O Adriano tá com uma disposição, correndo o campo todo, parece um LEÃO ENJAULADO”.(Alguém solta o coitado pra ele poder correr...).

"Chutou com a perna que não era a dele”.(Sai desse corpo que não te pertence).

"Quando eu falar Rodrigo, interpretem Roger”.(E quando ele falar Ronaldo interpretem Rogério e quando falar Raimunda interpretem Renata, é por ai vai...).

"Bem amigos da Rede Globo. Estamos aqui em Buenos Aires, no Equador..." (E quando ele falar Equador interpretem Argentina, entendeu?).

"Na Hungria, quando tem nuvem assim no céu, é sinal que vai chover”. (Coincidência, aqui no Brasil também!)

"Rapaz, o Montoya passou a menos de 0,5 cm do carro do Shumacher... se é que existe menos de 0,5 cm”.(Produção precisamos de um fita métrica... se é que existe fita métrica).

"Amigo, aqui não está só chovendo, está caindo água!” (Ele é tão observador!!!)

"E depois do jogo, assistam a mais um capítulo inédito de”VALE A PENA VER DE NOVO “. (Inédito?)

"Não dá para fazer dois gols ao mesmo tempo”.(...).


Doug Marinho

"A gente se vê porraí"

Um comentário:

Daniel - Phdaemons disse...

Apoiado...
Não sei qual emissora é pior.

Diante de tanto lixo, prefiro o lixo do Silvio Luiz, pelo menos é engraçado.